• A Verdade Por Trás Do  “Mulher Gosta Mesmo É De Dinheiro”
  • A Verdade Por Trás Do


    “Mulher Gosta Mesmo É De Dinheiro”


    “Mulher gosta de dinheiro, quem gosta de peru é viado”. Eu já ouvi esta infeliz citação algumas vezes, e você provavelmente também já ouviu. Dói na alma, mas antes ouvir merda do que ser surdo, como já dizia o poeta.

    Não é necessário muito esforço para notar que todo homem que é simpático a esse ditado popular é moralmente condenável. Como toda vítima dos destinos tortos, as putas padecem a infelicidade de suportar caras que assumem isso como filosofia de vida. Minha solidariedade às meretrizes! Feliz sou eu que mantenho meu sustento e dou de graça, porque só dou pra quem eu quero. O dinheiro serve para muita coisa, mas não consegue curar a imbecilidade desses sujeitos.

    Para a ala feminina que não trabalha com as pernas abertas nem dá expediente na cama, eles estão posicionados em um único ambiente: zona de exclusão. Passaram por um ou dois relacionamentos mal sucedidos e já se entregaram ao fracasso sentimental. O medo de se entregar os leva a desenvolver conceitos de vida estúpidos e levianos – pior do que isso, os leva a achar que não vale a pena investir em ser alguém mais interessante. E aí, eles acabam deixando que suas carteiras anulem seus cérebros.

    “A puta dá o que você precisa e não enche o saco”, sacramentam. Ela não enche o seu saco porque é paga para isso, amigo! Sem dinheiro, não te olharia na cara, assim como todas as outras que se negaram a sentar no banco do passageiro da sua Ferrari BREGA. Afinal, você precisa de um motor V8 roncando. Ele é a extensão do seu pau. Um pau que, convenhamos, mulher que vale à pena não quer nem chegar perto.

    Acreditar nesse ditado é apenas um dos truques de repertório que homens inseguros aplicam em si mesmos. Se eu não me garanto nem com o meu papo, nem com  a minha performance sexual, minha conta bancária se garante por mim. É impossível não identificar a frustração do homem quando ele endossa esse mantra do macho desiludido. Essa sua verdade absoluta é sua maior inimiga íntima e mostra que você entra e sai da sua história pela porta dos fundos, enquanto deixa que seu carrão e sua casa na praia sejam os protagonistas. E assim, ignorando a sua própria ignorância, você é feliz vivendo na mais profunda ilusão, em um mundo de Bob onde todo mulher é mercadoria e nenhuma delas merece a sua atenção.

    Mas a verdade é que você desconhece suas potencialidades. Ou então nunca as colocou em prática. Já tentou ser minimamente dócil com uma mulher? Mulher gosta de carinho. E não me venha com a piada infame do vestido carinho, do jantar carinho, do colar carinho. Mulher gosta de olho no olho, de mãos espertas, de sexo bem feito. Mas você prefere o sexo pago ou sem compromisso, colocando em obsolescência do sexo emocional, aquele com envolvimento. Azar o seu que não sabe o que está perdendo, meu amigo.

    É, tentar ser feliz dá trabalho. Exige coragem e reflexão. E, pelo visto, é muito pra você.


    " Todos os nossos conteúdos do site Casal Sem Vergonha são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa dos criadores do site, mesmo citando a fonte. "