• Sorte do dia: achar uma “mulher-livro”  em meio à tanta “mulher-fruta”
  • Sorte do dia: achar uma “mulher-livro”


    em meio à tanta “mulher-fruta”


    Como todos sabem, frutas têm prazo de validade. Seja maçã, melão, morangos ou melancias, o fato é que existe a estação exata para a safra e para a entressafra. Vivemos, num passado recente, um boom de frutas personificadas e seus atributos físicos capazes de deixar uma estátua minguada sofrendo de paudurecência permanente. Mulheres de peitos explosivos e desenhados com compasso, coxas habilitadas para erguer um Land Rover com a Fat Family inteira saindo em férias, pescoços mais grossos que o de Mike Tyson e, para contrabalançar toda esta hecatombe muscular, unhas francesinhas em mãos capazes de dar uma bela raquetada na fuça de qualquer engraçadinho mais ousado. São mulheres com mais vitaminas que um frasco grande de Centrum. Foi um tempo de fartura como nunca se viu antes na hist… Ah, você sabe a frase!

    E a Mulher Livro? Conhece? Ela nunca participará dos clipes sexys do MC Naldo, mas tem uma infinidade de atributos que vale ouro. Comecemos pelo fato de que não existe uma estação do ano para a Mulher Livro. Seja primavera, verão, outono ou inverno, ela pode ser encontrada num barzinho, num show, na academia de ginástica (sim, a mulher livro pode ter cérebro e um corpo pronto para o pecado, por que não?), numa livraria, na faculdade, na praia, no clube, e em todos os possíveis lugares que o foursquare puder marcar. Ela anda por aí, cruza o teu caminho, mas você está ocupado demais para notá-la, pensando que não existe mais mulher que valha a pena, e que, talvez, todas as piranhas se tornaram bípedes e foram morar justamente no teu bairro, que azar.

    Ah, mas ela vale!

    E se você encontrá-la e souber passar da página dois, meu amigo, solte todos os fogos de artifício que guardou para a vitória do teu time no Brasileirão, pois o momento merece! Ela pode ou não vir a se tornar o amor da tua vida, vocês podem ter gostos completamente diferentes, mas conhecê-la vai te mostrar que existe vida inteligente na madrugada além do programa do Serginho Groisman. A conversa flui gostoso, ela entende as piadas, fala sobre alguma notícia que saiu no jornal da manhã, dá um palpite aqui e ali e flerta com o desejo na sutileza. Essa mulher é capaz de fazer um homem gemer sem sentir dor, não a subestime. Ela pensa e não esconde isso de ninguém e nenhum marmanjo vai precisar fazer parte de uma sociedade secreta com senha e contrassenha para poder se deparar com ela.

    A alcunha de Mulher Livro é uma brincadeira, claro, mas uma pessoa que lê, que se interessa por um leque amplo de coisas e que cuida da mente com o mesmo afinco com o qual judia do corpo num projeto verão dois mil e qualquer coisa, terá mais chances de fazer boas escolhas e viver as melhores histórias. Sorte a dela se encontrar um Homem Livro dando sopa por aí. Inteligência dá tesão.

    corina


    " Todos os nossos conteúdos do site Casal Sem Vergonha são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa dos criadores do site, mesmo citando a fonte. "